Como o terapeuta pode ajudar as pessoas a encontrarem sua missão de vida?

as-perguntas-mais-comuns-sobre-ser-psicanalista

O terapeuta é alguém que detém a técnica de estar presente na história de alguém, sem necessariamente ter vivido lá. A técnica favorece ao terapeuta ser o questionador que todos trazemos em nós, e que na figura do terapeuta se encontra externo.

Ele é o anjinho e demônio sobre os ombros que provocam o cliente com perguntas cujas respostas reveladoras  levando-no a questionar seu regime de valores e associações inconscientes a se deparar com suas contradições .

Tal processo remete cliente a encontrar seu eixo, sua plenitude e uma vez centrado manifesta por si só sua vocação e sua missão de vida.

 

O que são neuroses?

as-perguntas-mais-comuns-sobre-ser-psicanalista

Neuroses, em síntese são formas das manifestações de nossas ações no mundo. O conjunto de neuroses expressam nossa visão, forma de ser e agir. Também considerada no âmbito emocional e psiquiátrico um desajuste onde o cliente pode ter reações e comportamentos desadaptados como excesso de ansiedade, medos, fobias…

Quando submetido a um processo terapêutico, vamos compreendendo e dando novos contornos a essas manifestações, vamos aprendendo e amadurecendo e na medida que passo a me compreender, compreendo também a neurose alheia. Quanto maior a expressão das neuroses em forma de dor e sofrimento mais imaturos nos colocamos no mundo.

 

Quem foi Sigmund?

as-perguntas-mais-comuns-sobre-ser-psicanalista

Sigmund Freud foi um prodigioso rapaz que ao ingressar na carreira médica, se deparou com uma demanda inusitada onde as patologias não regrediram com as técnicas médicas e medicamentosas da época.

Inspirado inicialmente pelo método da hipnose e posteriormente por suas inquietações e conceitos que o impressionaram absurdamente teve no médico Josef Breuer a oportunidade de mergulhar em um caso clínico em que a medicina daquela época, assentada quase que inteiramente em bases biológicas não eram efetivos, isto favoreceu seu espírito científico e a descoberta do método catártico e a cura pela fala.

Deste caso que fora inicialmente um ensaio nasceu a psicanálise, a arte de desnudar o Inconsciente para dar um novo sentido a comportamentos e repetições trazendo à luz uma nova compreensão de seus processos.

O caminho aberto por ele trouxe alternativas múltiplas para várias outras possibilidades psicanalíticas e psicológicas deixando assim um legado intelectual para ciência do ser.

 

Psicanalista não é psicólogo, mas pode ser?

as-perguntas-mais-comuns-sobre-ser-psicanalista

Sim, o psicanalista não é psicólogo mas pode ser, ele é um profissional que se especializou em uma das várias correntes que existe dentro da psicologia.

O psicanalista é o profissional que possui uma formação em psicanálise, método terapêutico criado pelo médico austríaco Sigmund Freud, que consiste na interpretação dos conteúdos inconscientes de palavras, ações e produções imaginárias de uma pessoa, baseada nas associações livres e na transferência.

Segundo a instituição formadora, o psicanalista pode ter formação em diferentes áreas de ensino superior.

O psicólogo formação superior em psicologia, ciência que estuda os processos mentais e o comportamento humano e pode escolher dentre tantas áreas a psicanálise por exemplo para atuar, ou outra abordagem teórica, como a gestalt-terapia, a psicanálise, a terapia cognitivo-comportamental.

 

Qual a diferença entre o Psicólogo e o Psicanalista ?

as-perguntas-mais-comuns-sobre-ser-psicanalista

O psicólogo tem formação superior em psicologia, ciência que estuda os processos mentais (sentimentos, pensamentos, razão) e o comportamento humano.

O curso tem duração de 4 anos para o bacharelado e licenciatura e 5 anos para obtenção do título de psicólogo. Necessita para atuar filiar-se a uma autarquia federal, um conselho regulamentador.

O psicanalista  se conclui por um curso livre de formação em psicanálise, que atende as diretrizes de base da constituição federal e é passível de registro na Classificação Brasileira de Ocupações.

Tanto o psicólogo e o psicanalista atuarão com o mesmo propósito,  o ser humano, e que no final do percurso apontam para um mesmo resultado esperado. Mas tal generalização, aparentemente conciliadora e ampla, na verdade é avessa à produção de resultados em qualquer trabalho.

 

Psicanálise precisa de diploma?

as-perguntas-mais-comuns-sobre-ser-psicanalista

O curso de psicanálise precisa de certificação de uma Instituição de Ensino habilitada para tal que possa atender ao tripé – conteúdo técnico, supervisão e analise. É um curso livre, sendo que algumas Instituições exigem segundo grau completo e outros terceiro grau, algumas tem outros critérios específicos admissionais.

 

Psicanálise e depressão?

as-perguntas-mais-comuns-sobre-ser-psicanalista

A depressão é o sintoma, que tem se anunciado com a patologia da nova era segundo a OMS.  Suas raízes podem estar em diferentes fontes como genéticas, traumas, faltas, frustrações por exemplo, entre outros.

A psicanálise oferta ao paciente a compreensão desta origem, bem como auxilia na aceitação deste estado e introjeção de novos padrões e a almejada mudança através do acesso ao  inconsciente.

O sintoma nos mostra situações que urgem ser compreendidas, de outra forma, ela nos perseguirá e assim e se apresentará nas mais diversas formas a fim de nos transformarmos.